Na representatividade se necessita de sapiência

Necessita de sapiência

Infelizmente o Brasil está passando por uma crise moral de representatividade pelos deslizes intencionais, as esfarrapadas tendenciosas e as atitudes estapafúrdias tomadas pelo presidente Bolsonaro, que não merece ter a palavra relativa ao cargo em que ocupa, escrita com a inicial maiúscula, em face de a sua massa encefálica descerebrada. Ele não tem sapiência nenhuma!

Esse sujeito é a antítese de tudo que de pior possa existir em um ser humano pelas suas atitudes que tem tomado, dá para se acreditar, por toda a sua vida e que isso veio a crescer em dosagem cavalar a partir do momento que olvidou se candidatar ao cargo máximo de representatividade do povo brasileiro, porque na verdade nem para vereador de uma cidadela de quaisquer de um dos piores grotões deste país, ele se prestaria, quiçá chegar a vir através de trapaças, tramoias, conchavos espúrios, ser eleito imerecidamente, presidente da república, porque não tem cacife sequer para ser um reles vereador.

Os absurdos que vem falando nos meios de comunicação, é de fazer corar de vergonha qualquer cidadão com um mínimo de discernimento, de conhecimento ou que pelo menos venha a se prezar um pouco, para suportar o que ele exala de sua boca, porque a bem da verdade, só tem saído é “merda” mesma, nada mais que isto, porque nunca foi e jamais virá a ser devidamente qualificado para ter a devida representatividade que o cargo exige. Como é que este povo elegeu esse indivíduo, presidente da república?

Claro que existem os fanáticos que estão mais para desajustados como ele do que para pessoas normais, que ainda assim, diante de tantas excrescências jogadas em cima da população, que não dá para supor ou pelo menos imaginar que esse elemento chegou a ser eleito presidente de nosso país, o que para uma parcela da população brasileira, só tem mesmo envergonhado esta Nação. Pior é que poder-se-á se ter mais um precedente para se implantar um nova ditadura em pleno Século XXI e isso representa um perigo para o povo livre.

A cada dia que passa, infelizmente o perfil que se sedimenta cada vez mais perante a população (uma grande maioria), é a de que eleitores nas eleições passadas, na verdade coloraram mesmo foi um maluco no poder, porque as suas atitudes e ações, são, e isso a psicologia, a psiquiatria e a psicanálise, poderão com toda certeza atestar, se tratar de um psicopata no poder de mando de mais de 200 milhões de pessoas, embora ele se imagine presidente tão-somente de quem nele votou.

Para mim em particular, afirmo com todas as tintas de que ele não me representa, porque além de não ter votado nele, jamais terá o status quo de um verdadeiro estadista que possa nos orgulhar como fez Lula, para que possa representar o nosso país onde quer que seja e onde necessário for. Este presidente não passa mesmo de um idiota que merecia mesmo era ser internado num manicômio, menos ser presidente desta amada pátria, esta é a verdade nua e crua.

Compartilhar:

Manoel Modesto

Advogado, escritor, poeta e presidente da ABLA (Academia Buiquense de Letras e de Artes)

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *