A lei do retorno do panelaço

panelaço - bolsonaro

Pois bem, pelo visto nada mais certo do que esse pensamento bem antigo e popularizado, de que quem planta tantas maldades na vida sempre vem a ser atingido com a mesma carga de volta pela “lei do retorno”. Também o físico inglês Isaac Newton lá por volta dos anos 1.700, fez o tratado do princípio da física de que “a toda ação corresponde a uma reação igual e em sentido contrário”. Quem bateu panelas antes, agora que aguente o novo panelaço!

Na verdade minha gente, não é difícil de entender o que vem acontecendo em nosso país com um governante que está no poder apenas há oito meses e já vem sentido o peso dessa lei do retorno, porque na realidade, embora os fanáticos e psicopatas de plantão não concordem, Bolsonaro está recebendo da mesma forma o que tanto fez e pregou em desfavor, detrimento e em prejuízo de maioria de nossa população. Ele e sua “turma da pesada” tanto que bateram panelas pelo impeachment de Dilma e com a prisão política de Lula e vejam que agora, é ele que está recebendo panelaço por todo o Brasil e isso é o retorno merecido pelas maldades, incompatibilidades e incompetência próprias daqueles que fazem parte de seu governo. Quem planta tempestades só pode colher o que, hein, minha gente?

Sabe de uma coisa gente? — Não sou mais jovem e isso muito me orgulha ter chegada até aqui, sabe por que? — Respondo: porque vi o que muitos não viram e alguns como o atual primeiro mandatário quer mostrar o contrário de tudo que vi e presenciei, inclusive sobre o golpe militar de 1964, que ele tresloucadamente insiste em dizer que não houve nada disso e o fato de que o torturador carimbado Ustra, era um anjo do Paraíso, só que, só se o Inferno poder-se-ia vir a ser um jardim de flores. Sinceramente, digo com todas as tintas que posso, que o pior presidente que já presenciei em todos esses anos de vida, com certeza é o atual. Ele ainda está conseguindo ser pior do que Collor de Mello e Zé Sarney dos Marimbondos de Fogo.

Não é sem nenhuma razão que o mundo está contra o Brasil no momento atual, porque ele está fazendo tudo ao contrário do que busca se adequar para dar melhores condições de vida, os habitantes do Planeta Terra e seus governantes de países mais avançados que o nosso. Admitir um presidente destrutivo, racista, preconceituoso, divisionista, querendo rachar, dividir ao meio o nosso país, como é que pode? — Devastar a Amazônia, o último pulmão do mundo; eliminar as populações e culturas indígenas, também pode? — Tratar a nós nordestinos como vagabundos, escória da sociedade, com preconceito inexplicável e desdém, também pode? — Bem!, só se for mesmo na cabeça dos amalucados e tresloucados da mesma verdade da corja da qual ele está inserido.

O que se pode na realidade fazer, é o Brasil tomar uma atitude séria e radical para varrer esse psicopata do mapa político brasileiro, pouco importando os meios, contanto que no mínimo ele fique internado num manicômio que é o lugar de pessoas doentes como ele, esta é a verdade nua e crua, aguentem ou não os bolsominios puxa-sacos e babas ovos de plantão. Pela “lei do retorno” com o panelaço na primeira fala presidencial em rede nacional, já se fez sentir, porque o que tanto fizeram, agora estão recebendo de volta e isso é bem feito para que esse psicopata tome vergonha na cara!

Compartilhar:

Manoel Modesto

Advogado, escritor, poeta e presidente da ABLA (Academia Buiquense de Letras e de Artes)

Conteúdo sugerido...

Leave a Reply

Your email address will not be published.