Mídia Brasileira é Um Bacanal de Formar Alienados!

        Deixei há mais de três anos de assistir canais de tevês abertas ou fechadas. As abertas pelo fato de divulgarem notícias que mais lhes convém e pelo mercantilismo de quem compra o produto a ser divulgado com a melhor oferta e, isso também acontece nas redes de televisão fechadas, que imaginava diferentes, no entretanto, são a mesma coisa.

        Por isso mesmo, foi que decidi, depois de tantas farsas, mentiras, distorções escabrosas só para prejudicar o bode expiatório do momento no Brasil, que lembro perfeitamente, quando a Globo News, canal fechado da Rede Globo de Televisão, fazia rodas de jornalistas só para descer, baixar o tom da notícia, e divulgar tudo que fosse contra a presidente Dilma Roussef e Lula, porque era conveniente para a emissora e para os seus financiadores à peso de ouro, ocasionais. Hoje o tom é outro, a nota mudou o rumo, e o que mais falam é justamente contra quem tanto contribuíram para eleger presidente da república, Jair Messias Bolsonaro.

          De outra forma percebi também, que afora alguns poucos canais de tevês, a maioria seguia a mesma linha e não me restou outra saída, senão desligar todas as noites esses canais de televisão, que ao invés de levar à população informações fidedignas e verdadeiras, não o faziam, preferindo jogar farsas, mentiras, histórias desarrazoadas de provas reais e cabais e, por conta disso, alienando cada vez mais as pessoas, que no final de contas, anestesiadas em suas mentes insanas desprovidas de neurônios, não deu noutra, a desinformação tomou conta de uma grande parcela de nosso povo, a mentira se tornou verdade e a gente continua vivendo em êxtase de um país envolvido em deslavadas mentiras e irrealidades inimagináveis para qualquer mente sã. Pior é que muitos continuam se iludindo e acreditando em tantas faras e mentiras, mesmo que a verdade esteja batendo na cara de cada um.

      Hoje não assisto tevês abertas ou fechadas nenhuma. Prefiro as redes sociais e os canais virtuais que a internet nos propõem, apesar de jogaram muito lixo midiático como forma de também, desinformar muita gente, mas aí se tem que ter o livre discernimento de consultar fontes e atestar se essa ou àquela publicação é verdadeira ou não, porém as fakes news não deixam de forma alguma de jogar inverdades no seio populacional de pessoas que na verdade ao invés de um cérebro com massa encefálica inteligente, na verdade esta foi substituída por estrume de jumento. Assisto também filmes por assinatura, os que considero de boa qualidade, porque os lixos também, deixo de lado, além de ler alguns livros de qualidade.

       Lembro muito bem dos furos de reportagens que a Globo, a Record, a Band, a Rede TV, a Jovem Pan, entre outros veículos de comunicação, costumavam dar com furos extraordinários ao vivo, na oitiva do ex-presidente Lula e no vazamento de conversas sigilosas, na condução coercitiva espetacularizada de Lula, por ordem do ex-juiz Sérgio Moro e isso realmente era de doer na medula de qualquer pessoa consciente sobre o que estavam fazendo neste país, como se fora uma orquestração previamente traçada de um roteiro de um filme que no final de contas deu no que deu. Lula passou mais de ano na prisão; Dilma teve o mandato cassado e hoje, o super combatente da moralidade da Lava-Jato, Sérgio Moro, que não tem mais a estatura de um juiz de direito que na verdade nunca teve, se vê na iminência de sentar num banco de “réu”, talvez no mesmo que o ex-presidente Lula foi obrigado por coação a sentar.

      Dilma foi deposta violentamente por não ter cometido crime algum; o ex-presidente Lula, até hoje tido por muitos como um dos maiores ladrões da república, que processado da forma como o então juiz Sérgio Moro quis, condenado e colocado numa prisão por mais de ano, isso com o referendum de outras instâncias com roteiros previamente elaborados, porque o processo de Lula, foi elaborado nas coxas pela Justiça Brasileira e, depois que veio a Vaza-Jato, com tantos absurdos de conversas rackeadas que vieram à público, através do jornalista americano Glenn Greenwald, se pode perceber de verdade a podridão que aconteceu nos bastidores de uma justiça tacanha combinada com políticos inescrupulosos, quando a verdade veio realmente à tona, porém nem por isso, o que se esperava no mínimo, que era a anulação de todos os processos contra o ex-presidente Lula, isso não veio a acontecer, o que demonstra o mau-caratismo da Justiça Brasileira e seus próceres que dizem aplicar a lei de conformidade com a norma agendi.

       No momento atual, diante das circunstâncias e de um governante que se elegeu com toda essa conspiração por trás de tudo que veio a acontecer, dá para se perceber que se vive num país sem rumo, nas mãos de um psicopata que tem feito uso dos mesmos mecanismos da praxe da velha política de sempre e que na verdade, até agora, sobretudo diante dessa pandemia em que o Brasil e o mundo estão envolvidos, sequer liderança ele tem para no mínimo fazer uma coalização entre governadores e prefeitos para combater justamente o mal maior a nos atingir, que é o coronavírus, não tendo a iniciativa de tomar qualquer decisão para um líder máximo de uma Nação, achando por bem, fazer piadas, gozações e zombar de toda nossa população, principalmente os menos favorecidos, pobres, idosos, portadores de doenças graves, da classe trabalhadora, porém uma coisa ele tem: a ideia fixa para defender a força se possível for, transformar o Brasil numa Venezuela que não chegou por lá o coronavírus, e defender como vem defendendo a classe rica, a dominante em bens, recursos e dinheiros, que representa um por cento da população brasileira.

      Pior é ele dizer que é ungido por Deus, não é um “Messias” para curar o povo dessa grave doença e encontra aliados no arcabouço de pseudos nichos de religiosidade que vendem um caroço de feijão ungido para blindar o crente dessa danosa pandemia que já vai ceifando a vida de uma quantidade considerável de brasileiros e brasileiras. Sinceramente, não se pode confiar mais em ninguém neste mundo, porque só passam mesmo a imagem de enganadores do povo, e só cai na conversa mesma, quem bem quiser e se deixar enganar. Esta é a verdade!

       A mídia brasileira na realidade está fazendo um verdadeiro bacanal nas informações que levam à população, pelo menos a maioria e, quem vem acreditar somente naquilo que querem, não passam de reles proxenetas de plantão nas ruas desse grandioso cabaré chamado Brasil.

Compartilhar:

Manoel Modesto

Advogado, escritor, poeta e presidente da ABLA (Academia Buiquense de Letras e de Artes)

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *