Falei de Flores e Entenderam Espinhos

            É inacreditável o que está acontecendo com a nossa sociedade no momento atual. Não dá mesmo para crer que tudo isto esteja acontecendo em nosso país. Até parece um mundo de pessoas amalucadas, desnorteadas e que se deixam enganar por qualquer um ou qualquer coisa. Entramos no buraco mesmo?

         A razoabilidade desapareceu da mentalidade sã de muitas pessoas que preferem percorrer pelos descaminhos da vida, embora a realidade esteja posta bem na frente de cada, à olhos vistos, porém o que mesmo muita gente prefere é percorrer o caminho do abismo, de uma credulidade nada factível e confiável, mesmo assim insistem.

         Parece que enquanto humanos, muitos perderam de verdade a noção do certo e errado, passando a terem uma visão enviesada, consoante pregações enganosas, falsas e mentirosas. Não dá de forma alguma para acreditar que se está vivendo num mundo desses. O que era bom se tornou ruim, e este, bem piorado. Coisa de louco se pode dizer, mas o que houve realmente para que tanta gente perdesse a noção por completa do que realmente merece ser valorizado e acreditado como certo?

         A noção saiu dos neurônios de muita gente e atônitos por intenção da maldade humana ou não, mas não se pode esperar muito dessas pessoas que estão dando credibilidade, na maioria sem o devido conhecimento ou sapença suficiente de que estão seguindo o caminho certo de verdade ou não! – A insanidade afetou a muita gente, foi isso que realmente aconteceu?

         Pelo visto, nesta perdição em que muitos estão envoltos, a realidade fática desapareceu de vez, dando lugar a ignorância bruta, a crença em valores sociais e morais inexistentes ou inventados tão-somente para enganação de incautos, mas o que deveriam saber de verdade, é estão perdidos mesmos e mal pagos, esta é a realidade inafastável que muitos fazem de conta não querer ver.

         Reencontrar a sensatez da vida e do viver, não vai ser tarefa nada fácil na linha do tempo que se protrai e, quem vai perder de verdade são as pessoas que estão apenas começando a vida, o viver e isso não é nada positivo para nossos pósteros.

         Seria de bom tamanho que as pessoas acordassem dessa irrealidade em que voluntária ou involuntariamente foram induzidas por forças maléficas ou não, a seguir o caminho que não condiz com a boa convivência humana e social. O mundo hoje vive outra realidade com a qual todos devem se adequar.

         Acaso ninguém venha a acordar a tempo, a catástrofe da destruição humana, pelo menos a mental, terá impactos irremediáveis e os danos que tudo isto poderá causar, com toda certeza não vai retroagir, não haverá recuperação, porque seres humanos não souberam usar o mínimo da inteligência da qual cada pessoa é dotada. Melhor seria que mesmo tardiamente ou mais tarde ainda, pessoas viesse a abrirem as suas mentes para saírem desse caminho tortuoso da imensa escuridão que não terá mais volta, se a consciência não falar mais alto. O recado está dado. Abre os olhos ou o olhar para a nítida realidade quem bem quiser ou então vai se continuar andando em cima de espinhos.

         Muito se buscou falar de flores, mas muitos entenderam que se falava de espinhos e não é disso que se queria de forma alguma falar, mas sim de flores, de esperança, de bonança, mas se quiserem escolher o inferno abissal, nada há mais a ser feito.

Compartilhar:

Manoel Modesto

Advogado, escritor, poeta e presidente da ABLA (Academia Buiquense de Letras e de Artes)

Conteúdo sugerido...

Leave a Reply

Your email address will not be published.